Programa de Comunicação Social


O Programa de Comunicação Social das obras de duplicação da BR-116/392 prevê estabelecer uma interface entre a população e o empreendimento, com o objetivo de manter todos informados sobre a implantação do projeto e suas possíveis interferências. A comunicação deve contribuir para a inserção regional da duplicação, que contribui com o desenvolvimento sócio-ambiental da região como um todo, mas principalmente com os municípios de Pelotas e Rio Grande. Para isso, é preciso trabalhar permanentemente dentro das comunidades de forma pró ativa, mostrando às pessoas que elas fazem parte do trabalho, que são importantes no processo como um todo e que existe uma preocupação com seu bem estar e suas considerações a respeito da obra.

Os objetivos do Programa de Comunicação Social são:

- Manter a comunidade local e os usuários da rodovia informados acerca da implantação do projeto e suas interferências, estabelecendo um diálogo permanente a fim de minimizar os possíveis transtornos que a obra possa acarretar às pessoas;

- Criar mecanismos que possam promover uma comunicação democrática e participativa entre os diversos segmentos envolvidos na rodovia;

- Interagir com os públicos que serão atingidos direta e indiretamente pela obra a partir da percepção que estes têm da importância da mesma para a região;

- Divulgar os cuidados ambientais que estão previstos no projeto de duplicação através dos programas ambientais que constituem a Gestão Ambiental do empreendimento;

- Contribuir para minimizar os possíveis impactos socioambientais inerentes ao projeto, mantendo aberto um canal de diálogo permanente com as comunidades diretamente atingidas;

- Criar mecanismos de comunicação com as diversas instituições representativas das populações da área de influência do empreendimento;

- Promover espaços de diálogo direto da equipe do Programa com as comunidades atingidas, através de encontros, palestras e reuniões com a distribuição de material informativo sobre aspectos da Gestão Ambiental da duplicação da rodovia;

- Estabelecer um canal de relacionamento direto com os veículos de comunicação dos municípios de Pelotas e Rio Grande para mantê-los informados acerca do andamento dos 18 programas ambientais previstos;

- Dialogar com a comunidade local buscando informações  de ocorrências registradas ao longo do segmento rodoviário;

- Utilizar o Sistema de Ouvidoria para recebimento das solicitações das comunidades e sociedade civil;

- Divulgar aspectos relativos ao projeto aos órgãos governamentais a nível federal, estadual e municipal, em especial aos representantes da Prefeitura Municipal de Pelotas, Câmara de Vereadores, sindicatos, lideranças políticas e associações, etc.

Para que esses objetivos sejam alcançados de forma significativa, é preciso atuar conjuntamente com os representantes e portanto multiplicadores de informações dentro das comunidades e municípios. Para tanto, foram escolhidos públicos-alvo a serem atingidos de forma mais intensa pelas atividades de comunicação que serão desenvolvidas ao longo de toda a obra. Entre eles estão as comunidades diretamente atingidas de Pelotas e Rio Grande, o DNIT (Coordenaria Geral de Meio Ambiente, Superintendência Regional e Unidade Local de Pelotas), representantes políticos de ambos os municípios, lideranças comunitárias dos bairros diretamente atingidos, diretores de escolas localizadas no entorno da rodovia, entidades empresariais, imprensa local e regional, trabalhadores da obra, entre outros.

Para chegar ao público-alvo indiretamente atingido, é preciso que a comunicação desempenhe um papel estratégico, já que estas comunidades não vivem o dia-a-dia da obra apesar de fazerem parte do processo e de manifestarem sua opinião a respeito do empreendimento. Para isso as atividades dos 18 Programas Ambientais previstos pelo Plano Básico Ambiental (PBA) da rodovia, devem ser acompanhadas e divulgadas pela equipe de Comunicação, principalmente, nos meio de comunicação de massa dos municípios de Pelotas e Rio Grande. Além disso, periodicamente será distribuído para a comunidade em geral, um informativo apenas com informações e ações referentes à obra.



 



 



Matérias Relacionadas



 



Mais dois quilômetros de rodovia serão liberados



 



1º Colóquio Sul-Riograndense de Conservação em Zonas Úmidas (ZU)



Gestão Ambiental da BR-116/392 participa da Semana de Integração Ambiental



Reuniões promovem o diálogo entre o DNIT e a comunidade



DNIT e a comunidade



Desvio na BR-392, Km 37



BR-116/392 - Gestão Ambiental destaca-se em evento nacional



DNIT apresenta obras do Contorno para integrantes da Aliança Pelotas



Secretaria de Meio Ambiente avalia atividades com instituições parceiras



Mateada marca encerramento da Semana do Meio Ambiente



Equipe da Gestão Ambiental da BR-116/392 participa das atividades da Semana do Meio Ambiente do Rio Grande



Jogo do Passa-Bicho é lançado no aniversário de 11 anos do DNIT



Coordenadora Geral da CGMAB diz que evento atingiu seu objetivo



Estande da BR-116/392 é visitado por estudantes de Brasília



Semana do Meio Ambiente do DNIT é iniciada em Brasília



Gestão Ambiental da BR-392 estará presente na Semana do Meio Ambiente do Rio Grande



 



 



Fotos relacionadas



Obras da BR-116/392 são abordadas na Semana Acadêmica da Engenharia Civil


1

Copyright © 2011 | Todos os direitos reservados | STE - Serviços Técnicos de Engenharia S.A.
Praça 7 de Julho, 36, sala 02 |Pelotas/RS | 53.3027 27 11 | 3027 27 13 | NATIVU DESIGN
Visitante: 947357